Avaliação dos parâmetros hematológicos do pacu Piaractus mesopotamicus infectado por lernea spp.

Edionei Maico Fries; Micheli Zaminhan Hassemer; Joana karin Finkler; Marcia Luzia Ferraezi Maluf; Aldi Feiden; Wilson Rogério Boscolo

  • Edionei Maico Fries
  • Micheli Zaminhan Hassemer
  • Joana karin Finkler
  • Marcia Luzia Ferraezi Maluf
  • Aldi Feiden
  • Wilson Rogério Boscolo
Palavras-chave: Aquicultura; hematologia; sanidade.

Resumo

A saúde dos peixes pode ser avaliada através de estudos hematológicos que contribuem para reforçar o diagnóstico de algumas enfermidades. O presente trabalho tem por objetivo avaliar os parâmetros hematológicos de pacu (Piaractus mesopotamicus) infectados por lernea spp. Foram coletadas amostras de sangue de 30 peixes cultivados em sistema intensivo em viveiro escavado no município de Francisco Beltrão. Os parâmetros avaliados foram: taxa de hemoglobina, percentual de hematócrito, número total de eritrócito, volume corpuscular médio (VCM), concentração da hemoglobina corpuscular média (CHCM), hemoglobina corpuscular média (HCM) e a contagem diferencial de células sanguíneas de defesa orgânica. Através da leitura do esfregaço sanguíneo, observou-se discreta hipocromia nos eritrócitos, aumento nos valores médios de leucócitos totais, com predominância de neutrófilos, predominando um quadro de neutrofilia. Concluiu-se que os juvenis de P. mesopotamicus infectados por Lerneae spp. apresentaram quadro sugestivo infeccioso e discreta hipocromia.

Publicado
2021-01-18