Caracterização de genótipos de algodão para resistência ao Meloidogyne incognita raça 3

Ely Pires; Volmir Sergio Marchioro

  • Ely Pires
  • Volmir Sergio Marchioro
Palavras-chave: Gossypium hirsutum; fator de reprodução; resistência genética.

Resumo

O algodão herbáceo é uma planta da família Malvácea de grande importância econômica para o Brasil, sendo cultivado em vários estados brasileiros. Este trabalho teve como objetivo avaliar a resistência de genótipos de algodoeiro em Meloidogyne incognita raça 3. O inoculo de nematóide mono específico já caracterizado e disponíveil em casa de vegetação, foi utilizado para o teste de resistência de genótipos de algodoeiro. Os nematóides foram multiplicados em plantas de tomate Rutgers, para posterior inoculação nos genótipos de algodão. Para a avaliação da resistência, foram conduzidos ensaios em casa de vegetação sob condições controladas. O delineamento utilizado foi inteiramente casualisado, com dez repetições. Inoculando 5.000 ovos de nematóides no estádio de duas folhas definitivas e avaliado 120 dias após a inoculação. As variáveis avaliadas foram número de galhas e fator de reprodução. A partir do fator de reprodução foi possível classificar os genótipos em resistente, moderadamente resistente, moderadamente suscetível e suscetível, observando genótipos que quando apresentam elevado número de galhas tem baixo fator de reprodução. Foi possível avaliar e caracterizar genótipos de algodão para resistência ao M. incognita raça 3 através do fator de reprodução.

Publicado
2021-01-15