Eficiência de eventos transgênicos de resistência a insetos em soja e milho

Fernando Afonso Bedin; Eloir José Assmann; Leandra Regina Texeira Polo; Ivan Schuster

  • Fernando Afonso Bedin
  • Eloir José Assmann
  • Leandra Regina Texeira Polo
  • Ivan Schuster
Palavras-chave: Bacillus thuringiensis; proteínas Bt; planta transgênica.

Resumo

O ataque de insetos fitófagos é um dos problemas enfrentados pela agricultura. Dentre as tecnologias mais utilizadas no controle biológico de pragas encontra-se o uso de plantas transgênicas contendo genes cry que codificam uma proteína inseticida. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficiência dos eventos transgênicos de Bacillus thuringiensis em plantas de soja e milho em relação às suas pragas alvo. O trabalho foi desenvolvido na Empresa Coodetec, localizada no município de Cascavel – PR. As plantas de soja INTACTA RR2 PRO™ foram avaliadas para o controle das pragas alvo Anticarsia gemmatalis e Chrysodeixis
includens. A avaliação teve como base o percentual de dano em discos foliares e a mortalidade das lagartas. As plantas de milho contendo os eventos HERCULEX®, VT PRO™ e POWERCORE™ foram avaliadas para o controle da praga alvo Spodoptera frugiperda. Para a avaliação de dano foliar foi utilizado a Escala Diagramática de Davis. Os 2 experimentos foram conduzidos em casa de vegetação e a infestação ocorreu artificialmente (em planta inteira nos híbridos de milho e em discos foliares nas linhagens de soja). Os dados foram submetidos a uma análise estatística descritiva. As linhagens de soja avaliadas foram classificadas como resistentes para A. gemmatalis e C. includens, não apresentando em nenhuma das repetições nota de dano superior a 1 (5% de dano foliar), com 100% de mortalidade das lagartas. Todos os híbridos foram avaliados como não resistentes, pois não obtiveram uma nota menor ou igual a 2 em 95% das repetições de cada tratamento.

Publicado
2021-01-15