Plastocrono e caracteres morfológicos da soja com hábito de crescimento indeterminado

Daniela Meira; Velci Queiróz de Souza; Ivan Ricardo Carvalho; Maicon Nardino; Diego Nicolau Follmann; Carine Meier; Patricia Brezolin; Mauricio Ferrari; Alan Junior de Pelegrin

  • Daniela Meira
  • Velci Queiróz de Souza
  • Ivan Ricardo Carvalho
  • Maicon Nardino
  • Diego Nicolau Follmann
  • Carine Meier
  • Patricia Brezolin
  • Mauricio Ferrari
  • Alan Junior de Pelegrin
Palavras-chave: Estabelecimento da cultura; estádios fenológicos; soma térmica.

Resumo

A duração do ciclo da soja é dependente do ambiente de cultivo e das características intrínsecas do genótipo, pode variar de 100 a 160 dias. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi revelar o crescimento inicial, a soma térmica acumulada nos estádios vegetativos e reprodutivos da soja com hábito de crescimento indeterminado através da mensuração do plastocrono. O experimento foi realizado em 2013/2014 nas dependências da Universidade Federal de Santa Maria Campus de Frederico Westphalen – RS. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, dispostos em três repetições. Empregou-se dez genótipos de soja com hábito de crescimento indeterminado, sendo estes; FPS Paranapanema RR, BMX Classe RR, FPS Solimões RR, BMX Potência RR, BMX Força RR, BMX Energia RR, BMX Turbo RR, FPS Iguaçu RR, BMX Tornado RR, BMX Alvo RR. Após a coleta dos dados procedeu-se a análise de variância pelo teste F. As variáveis que apresentaram interação genótipos x dias após a emergência, e genótipos x estádios fenológicos, foram desmembradas aos efeitos simples. Os genótipos FPS Iguaçu RR, BMX Turbo RR e BMX Classe RR apresentam maior crescimento inicial. O genótipo FPS Iguaçu RR apresenta a menor necessidade de graus dia para a troca da fase vegetativa para reprodutiva, e para atingir a maturação fisiológica em R8. Os genótipos BMX Turbo RR, BMX Energia RR, BMX Força RR apresentam maior acúmulo de graus dias nos estádios reprodutivos. A soma térmica acumulada para o início do florescimento R1 oscila entre 500 a 600ºC dia.

Publicado
2021-01-15