Rendimento de sementes de milho em função da adubação foliar com cálcio e boro no estádio fenológico (V6)

Maicon Javorski; Luanna Karoline Rinaldi; Jakelynye Miranda; Ana Paula Mourão Simonetti; Gláucia Cristina Moreira

  • Maicon Javorski
  • Luanna Karoline Rinaldi
  • Jakelynye Miranda
  • Ana Paula Mourão Simonetti
  • Gláucia Cristina Moreira
Palavras-chave: Zea mays L. ; fertilizantes; produtividade.

Resumo

O boro é um nutriente essencial para as plantas. Suas funções implicam-se no crescimento celular e o desenvolvimento da flor. Na fase reprodutiva, a deficiência do micronutriente reduz a macho-fertilidade em função do prejuízo à microsporogênese e ao crescimento posterior do tubo polínico. O cálcio é um elemento que é absorvido antes do florescimento até a fase final do desenvolvimento da cultura, sua importância é dada na elongação e divisão celular, na sua ausência pode causar morte à planta. Neste trabalho, objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de cálcio e boro, sobre as características agronômicas das sementes de milho produzidas. O experimento foi desenvolvido na Fazenda Escola pertencente à Faculdade Assis Gurgacz em Cascavel, PR. Em campo aos 45 dias após emergência das plântulas, foram aplicadas as seguintes combinações de cálcio e boro em L ha-1 respectivamente T1 (0 ; 0); T2 (1,0 ; 0,75); T3 (2,0 ; 1,5); T4 (2,5; 2,25); T5 (3,0; 3,0) no estádio fenológico (V6). Os parâmetros avaliados foram inserção da espiga, diâmetro da espiga e do colmo, número de fileiras de sementes por espiga, número de sementes por espiga, massa de mil sementes e produtividade estimada (kg ha-1). O delineamento experimental foi inteiramente casualizados com cinco tratamentos e quatro repetições. Nas condições experimentais, constatou-se que a aplicação de cálcio e boro no estádio (V6) influenciou no rendimento de sementes na dose 6 L ha-1.

Publicado
2021-01-15