Uso da lavadora ultrassônica no auxílio à determinação da densidade dos sólidos de substratos pelo método do balão volumétrico

Rafael Reck; Claudia Klein; Vilson Antonio Klein

  • Rafael Reck
  • Claudia Klein
  • Vilson Antonio Klein
Palavras-chave: Densidade dos sólidos; lavadora ultrassônica; substratos.

Resumo

A densidade dos sólidos é a relação entre a massa de uma amostra e o volume ocupado pelas partículas sólidas e é um importante parâmetro utilizado para cálculos de espaço poroso presente nos substratos, uma vez que os substratos devem ser bem estruturados, garantindo boa retenção de água e espaço de aeração suficiente. Os substratos podem ser de origem orgânica ou sintética e assumem importância na área de horticultura, oferecendo suporte principalmente como meio de crescimento do sistema radicular das plantas e mudas em recipientes. A busca por métodos alternativos na determinação de densidade dos sólidos de substratos é importante para uma maior eficiência das análises. O método da lavadora ultrassônica pode ser eficiente na determinação da densidade dos sólidos, pois gera vibrações que são dissipadas através da água expulsando o ar contido dentro dos balões diminuindo consideravelmente o tempo de processamento das amostras. O objetivo do estudo foi avaliar métodos alternativos na determinação da densidade de sólidos de substratos, os resultados da pesquisa foram submetidos a comparação dos dados obtidos através do método da Embrapa e da lavadora ultrassônica, avaliação da eficiência da lavadora na determinação de densidade de sólidos de substratos. A lavadora ultrassônica deve ser utilizada para a determinação da Dss desde que o tempo mínimo seja de 240 minutos de imersão com auxílio mecânico na expulsão de ar, pois os resultados aproximam-se dos obtidos na metodologia padrão. Resultados superiores de Dss foram obtidos no tempo de 360 minutos com auxílio para expulsão de ar.

Publicado
2021-01-15