Influência da lignina na germinação de sementes de soja

Gláucia Cristina Moreira; Thales Sperger; Ariberto Simon Sperger; Celso Ari Palagi

  • Gláucia Cristina Moreira
  • Thales Sperger
  • Ariberto Simon Sperger
  • Celso Ari Palagi
Palavras-chave: Glycine max; qualidade fisiológica; teor de lignina.

Resumo

O tegumento apresenta uma função muito importante quanto à resistência das sementes à deterioração. O presente trabalho teve como objetivo verificar a influência do teor de lignina na germinação de sementes de soja. Os testes foram realizados no Laboratório de Sementes da Faculdade Assis Gurgacz – FAG. Utilizou-se delineamento inteiramente causalizado. Foi realizado teste de germinação com quatro cultivares de soja, sendo cinco lotes por cultivar, onde foi realizado o teste de primeira contagem, germinação e plântulas anormais, e através desses resultados foi escolhido um lote para cada cultivar para então ser
realizado o teste de teor de lignina do tegumento. Os cultivares utilizados foram: CD 202, CD 215, CD 206RR e CD 235RR. Foi evidenciado que até mesmo as sementes de mesmo lote sofrem muita variação quanto aos teores de lignina. As médias obtidas foram submetidas a análise de variância e comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade através do programa Sisvar.

Publicado
2020-12-11