Desempenho inicial de espécies de Eucalyptus no Noroeste do Paraná

Thiago Henrique Oro; Erci Marcos Del Quiqui; Priscilla Oro

  • Thiago Henrique Oro
  • Erci Marcos Del Quiqui
  • Priscilla Oro
Palavras-chave: Eucalipto; produção florestal; cultivo de árvores.

Resumo

A silvicultura tem emergido como uma atividade compensadora para o pequeno ou médio produtor rural, superando em rentabilidade atividades agropecuárias tradicionais, como a cultura canavieira e a bovinocultura. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi o de instalar ensaios de competição de diferentes espécies de eucalipto afim de comprovar quais são mais aclimatadas às condições ambientais do Noroeste do Paraná. O presente trabalho foi instalado em Umuarama – PR, no campus fazenda da Universidade Estadual de Maringá, em dezembro de 2007, utilizando-se oito espécies diferentes do gênero Eucalyptus plantadas com
espaçamento de 3m x 2m. O delineamento estatístico foi de blocos ao acaso com 4 repetições de 30 plantas por parcela, sendo avaliadas as 12 plantas centrais. Foram tomadas as medidas de altura total das árvores, diâmetro a altura do peito (DAP) a 1,3 metros de altura e volume total com casca aos 48 meses de idade. As espécies E. grandis, E. urophyla x grandis e E. urophylla mostraram-se mais aclimatadas as condições ambientais da região Noroeste do Paraná, podendo ser recomendadas para composição de plantios florestais.  

Publicado
2020-12-11