Molibdênio foliar sobre a nodulação da soja

Clair Aparecida Viecelli; Tharles Wagner Vanin; Gláucia Cristina Moreira

  • Clair Aparecida Viecelli
  • Tharles Wagner Vanin
  • Gláucia Cristina Moreira
Palavras-chave: Nódulos; micronutrientes; fertilizante foliar

Resumo

O presente trabalho foi conduzido na região de Cascavel, PR, e teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de molibdênio foliar sobre a nodulação na cultura da soja. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em vasos plásticos, onde foi testado quatro tratamentos, para cada tratamento havia cinco repetições, contendo cinco plantas cada. Após o plantio, foi feito o manejo do experimento por quarenta dias, sem o uso de defensivos agrícolas ou adubação, nesse período foi feito o raleamento dez dias após a data de plantio e quando houve incidência de plantas daninhas, foi feito o manejo manual das mesmas, após os quarenta dias decorrentes, foi feita a coleta das plantas de soja, as mesmas foram lavadas em água corrente para retirar restos de solos existentes nas raízes, após isso, foram encaminhadas para um laboratório onde foi feita a contagem e pesagem dos nódulos de fixação de nitrogênio presente na raiz das plantas. Os dados foram submetidos a ANAVA e o teste de médias por Tukey a 5% de probabilidade, pelo programa do SISVAR. Pelos resultados obtidos nas condições experimentais, pode-se concluir que não houve efeito do molibdênio sobre a nodulação da soja.

Publicado
2020-12-10