Enraizamento de estacas de porta enxerto de roseira com materiais alternativos na composição de substratos

Ana Maria Conte e Castro; Viviane Ruppenthal; Daiana Raquel Pauletti

  • Ana Maria Conte e Castro
  • Viviane Ruppenthal
  • Daiana Raquel Pauletti
Palavras-chave: Rosa multiflora L.; sistema radicular; esterco de coelho; composto de lixo urbano

Resumo

Com o objetivo de avaliar materiais alternativos como substrato para o enraizamento de estacas de porta enxerto de roseiras, realizou-se experimento em casa de vegetação, na Estação de Horticultura e Cultivo Protegido Mário Cesar Lopes, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Marechal Cândido Rondon – PR, no período de agosto a dezembro de 2008. Foram utilizadas estacas de roseira (Rosa multiflora L.), com 10 cm de comprimento por 1,5 cm de diâmetro, coletadas no mês de agosto. As estacas foram plantadas em sacos de polietileno de 200 cm3, sendo uma estaca por recipiente, contendo substrato conforme os tratamentos. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados com oito tratamentos e cinco repetições, sendo que cada parcela
experimental foi constituída de cinco plantas. Os tratamentos constituíram-se de diferentes substratos: T1= substrato comercial Plantmax® (SC), T2 = solo + areia 1:1 (SA), T3 = solo + areia + composto de lixo urbano 1:1:1(SAC), T4 = solo + areia + esterco de coelho curtido 1:1:1 (SAEC), T5 = solo + areia + cama de aviário 1:1:1(SAEA), T6 = areia + composto de lixo urbano 1:1 (AC), T7 = areia + esterco coelho curtido 1:1(AEC) e T8 = areia + cama de aviário 1:1(ACA). Aos 30, 60 e 90 dias após o plantio das estacas foi realizada a avaliação do comprimento das brotações. No final do experimento, aos 120 dias após o plantio das estacas, foram analisados: número, comprimento e massa seca das raízes. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que para o enraizamento de estacas de roseiras recomenda-se que o substrato seja composto por partes iguais de solo + areia + esterco de coelho ou composto de lixo urbano ou areia + esterco de coelho.

Publicado
2020-12-10