Produção de mudas de alface em substrato a base de húmus

Renato Cassol de Oliveira; Vitor Hugo Onofre

  • Renato Cassol de Oliveira
  • Vitor Hugo Onofre
Palavras-chave: Vermiculita; nutrição de plantas; biofertilizante.

Resumo

A alface é uma das hortaliças folhosas mais consumidas. Todavia, a produção de mudas de alta qualidade é componente fundamental para elevar o rendimento operacional, racionalizar o uso do espaço e do tempo, otimizando o manejo no campo e antecipando a colheita. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o desenvolvimento de mudas de alface em substrato a base de húmus de minhoca, formulado com vermiculita e fertilizantes químicos. Para tanto, foi utilizado bandejas de poliestireno de 128 células, em casa de vegetação, as sementes de alface foram semeadas em substrato formulado com húmus e 5, 10, 15 e 20% de
vermiculita. Posteriormente, a determinação da melhor porcentagem de vermiculita adicionou-se fertilizantes químicos (NPK 02-18-18; NPK 00-18-18 e Super Simples) com 1, 2 e 3% para cada tratamento (fertilizante). Foram avaliados os parâmetros: germinação, desenvolvimento radicular e foliar, massa total da planta verde e seca, 20 dias após o plantio, sendo o delineamento inteiramente casualizado com 32 repetições cada tratamento. O tratamento com húmus e vermiculita a 5%, e o tratamento formulado com super simples adicionado ao húmus e vermiculita a 8% apresentaram os melhores resultados na formação de mudas de alface.

Publicado
2020-12-09