Efeito alelopático de extrato aquoso de boldo e picão preto sobre a germinação e desenvolvimento de plântulas de alface

Fabiele Tatiane Bach; Carolina Amaral Tavares da Silva

  • Fabiele Tatiane Bach
  • Carolina Amaral Tavares da Silva
Palavras-chave: Coleus barbatus Benth; alelopatia; bidens pilosa.

Resumo

Extratos aquosos de boldo-da-terra (Coleus barbatus Benth) e picão preto (Bidens pilosa) foram preparados com o objetivo de se determinar a potencialidade alelopática dessas espécies sobre sementes de alface. O experimento foi conduzido no laboratório de sementes da Faculdade Assis Gugacz, durante os meses de setembro e outubro de 2009. Foram avaliados a germinação (%), plântulas anormais (%), comprimento de parte aérea (cm), comprimento de raiz (cm) e número de plântulas emergidas. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial (2 extratos e 5 concentrações: 0, 10, 20, 30 e 40 %). Cada tratamento constava de quatro repetições de vinte e cinco sementes, totalizando cem sementes por tratamento. O extrato aquoso de picão preto apresentou potencial alelopático inibitória sobre a germinação e o desenvolvimento de plântulas de alface, porém o extrato aquoso de boldo-da-terra apresentou efeito alelopático benéfico, pois estimula o crescimento de parte aérea e não provoca a inibição da germinação de sementes de alface.

Publicado
2020-12-08