Métodos de aplicação da Tecnologia do Consórcio Probiótico (TCP) sobre a produtividade da soja

  • Norma Schlickmann Lazaretti FAG
  • Peterson Roberto Sedlacek FAG
Palavras-chave: Fixação biológica; adubação nitrogenada; Glycine max.

Resumo

: O objetivo deste estudo foi avaliar diferentes métodos de aplicação da Tecnologia do Consórcio Probiótico (TCP) sobre a produtividade da soja. O experimento foi realizado no campo experimental da Fazenda Escola do Centro Universitário Assis Gurgacz – FAG, no município de Cascavel - PR, na safra 2020/2021. O delineamento experimental utilizado foi o em blocos casualizados, com cinco repetições. Os tratamentos utilizados foram constituídos de uma testemunha denominada de T1 - Padrão da Fazenda Escola (padrão), T2 - padrão + 20% de adubação, T3 - padrão + 2 L de TCP no sulco de semeadura, T4 - padrão + 20% de adubação + 2 L de TCP no sulco de semeadura + 0,160 L de TCP no tratamento de sementes e T5 - padrão + 20% de adubação + 2 L de TCP no sulco de semeadura. As variáveis analisadas foram índice de clorofila, diâmetro do caule, altura das plantas, número de vagens, número de entrenós, número e massa seca dos nódulos no enchimento de grãos, grau de umidade dos grãos, massa de mil grãos e produtividade da soja (Glycine max). Foi obtida diferença significativa na altura das plantas, número de vagem por planta e número de nódulos, sendo os melhores resultados apresentados pelo padrão + 2 L de TCP no sulco de semeadura. Mesmo não apresentando diferença estatística a utilização da Tecnologia do Consórcio Probiótico (TCP) no sulco de semeadura promove incrementos numéricos na produtividade da soja. Doses adicionais de adubação nitrogenada são desnecessárias no cultivo da soja quando promovida a fixação biológica de nitrogênio.

Publicado
2022-03-11
Seção
Artigos